Carta à uma turista Brasileira

Olá Ana Claudia tudo bem ?

Desculpe-me por ter pedido pra te responder por este email, mas uma das grandes dificuldades em Cuba, é a comunicação virtual. Cara, rara e ineficiente. 😉

Esse email “nauta” é liberado apenas para cubanos e estrangeiros com visto de residente (meu caso). É um pouco mais barato e tem a vantagem de poder ser acessado em casa pelo celular.

Bem, vamos as suas dúvidas :

O visto de turista é vendido no aeroporto pela própria empresa aérea no momento do embarque. Sua validade é de apenas 30 dias. Você pretende ficar quanto tempo aqui ?

Os táxis não tem taxímetros. Para sair do aeroporto indo até Centro Havana, o preço fixo é de 25/30 dólares. Não tem ônibus e é bem longe … Tem que ficar alerta com taxistas que superfaturam com turistas.

Evite vir em Outubro, é a temporada dos Ciclones.

Junho, Julho e Agosto faz um calor muito forte, não acho seguro trazer crianças e idosos, não dá pra ficar na rua o dia todo. Muito Sol e só anoitece em torno das 20:30 h.

Cuba tem opções turísticas para todos os gostos e bolsos… Mas tem que ter alguém conhecido para facilitar os contatos. Geralmente,  as agências de turismo tanto do Brasil quanto as de Cuba exploram descaradamente. Tenho relatos de amigos que vieram e pagaram por tudo e por nada, com acréscimos de 150, a 200%.

Vou muito ao Brasil, porque mantenho uma Clínica lá, e vez por outra vou supervisionar.

Antes viajava pela companhia aérea CUBANA DE AVIAÇÃO, que do nada saiu dessa rota. Eram vôos com duração de 9 horas, diretos de Guarulhos para Havana, durante o vôo não serviam nada para comer, nem beber, mas eram bem baratinhos e pontuais.

Agora, como opção, temos a Copa Air e Avianca. Só tenho viajado pela Copa. Já embarquei partindo do RJ, de Guarulhos e de Brasília.

Do RJ, são 7:30 horas até o Panamá, e de lá, mais 3 h até Havana.

As preços variam de acordo com a temporada. Pago entre 1.200 a 2.500 reais.

O ideal é voce se inscrever em sites das companhias de viagens e solicitar aviso das promoções para Havana. Eu me inscrevi na EDestinos, Submarino Viagens e Americanas.com, mas tem outras mais.

Aqui, temos duas moedas e é isso que deixa o turista confuso e inseguro:

  • CUP = peso do povo cubano
  • CUC=  peso do turista, equivalente ao dólar americano. Cada dólar é igual a 25 CUPs. Complicadíssimo p minha cabecinha ;-).

Bem, vamos falar só do CUC, que é o que estrangeiros são obrigados a pagar. Eu chamo de dólar porque do meu bolso sai em dólar ;-). Mas eles chamam de peso convertível, complica mais ainda…

A hospedagem aqui, varia muito tb. Os melhores hotéis familiares em Havana, na minha opinião são o Nacional e o Havana Livre, neles as diárias de solteiro,  com café da manhã custam em torno de 180 a 320 dólares. Existem uns outros intermediários cobrando 100 dólares, mas não confio na procedência dos gringos hóspedes que os frequentam, são meio esquisitos.

O melhor, mais simples e mais barato para quem quer gastar pouco, ter segurança absoluta e conhecer de perto a cultura e o cotidiano do povo cubano, é alugar quartos em casa de famílias credenciadas pelo governo. Se a família não for credenciada, e alugar, é considerado crime ! Super seguro para nós estrangeiros.

Ao desembarcar no aeroporto de Havana, os policiais já vão perguntar seu destino, e vc informará o endereço da família que vai te hospedar. Simples assim…

 A diária nessas pequenas e modestas suites, ficam em torno de 40 dólares. Não cobram por pessoa, mas sim por quarto (habitacion).Sempre é cama de casal e em alguns, existe a terceira cama (solteiro). Se vc vier acompanhada, e dividir esse valor com alguém, sai bem em conta. Algumas dessas famílias servem o café da manhã e cobram 5 dólares.

Eu entretanto sugiro ir tomar o café da manhã do Hotel Havana Livre.(10 dólares), é  um dos melhores cafés da manhã que já tomei em qualquer país que eu tenha ido. Amooooo e costumo ir sempre. Servem muitíssimo bem e para quem come bem, vale por um farto almoço.

Ou,  se quizer conhecer a realidade do povão, sugiro tomar café, suco e pão com ovo, por 0,50 centavos de dólar nos botecos das esquinas. Sem lugar pra sentar e sob a velha Filosofia brasileira ” O que não mata engorda”.vJá me acostumei, e gosto tb rsrs

Atividades culturais em Havana são inúmeras e diversificadas. São 15 museus, e vários cinemas, teatros, cursos de espanhol, artes, galerias de artes, ballet, salsa, rumba,  música clássica, canto lírico, música popular etc etc. Todos os dias e noites terá o que fazer…

São muitos os monumentos históricos, a beleza dos velhos casarios de Centro Havana , as praças. Sem contar com os festivais de arte, música e cinema (dependendo da data).

Agora em Agosto está tendo Festival de Circo, CIRCUBA, com companhias vindas de diversos países, inclusive dos EUA.

Na minha opinião, imperdíveis são:

  • Museu de Belas Artes
  • Museu da Revolução
  • Gran Teatro Alícia Alonso
  • Mercadão de Artesanía
  • Restaurante La Roca
  • Paladar (pensão) São Lázaro onde levaram Obama p almoçar.

Muitos são os restaurantes e bares, uns um pouquinho caros, (10 dólares) e outros tipo pensão bem baratinhos (3 dólares o prato).

O bom (o perfeito, o ideal!) , é ter um guia cubano de confiança. Eles cuidam de tudo, desde a chegada ao aeroporto, táxi, reserva de hospedagem, passeios , visitas aos pontos turísticos, museus, reservas de teatros, etc etc.inclusive como acessar à Internet. ( 2 dólares  p hora).

Esses guias cobram diária de 10 dólares por cada pessoa + alimentação.

Espero ter começado a esclarecer suas dúvidas.

Atenciosamente,

Iolanda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s